Pesquisar este blog

Meu twitter:

twitter.com/malvinaee

Seguidores

domingo, 1 de maio de 2011

FUTEBOL


Inter ganha do Grêmio nos pênaltis e leva Taça Farroupilha

Jefferson Bernardes/VipcommZoomRodrigo (Inter) e Gabriel trocam
Rodrigo (Inter) e Gabriel trocam "carinho"

Lancepress

esporte@band.com.br

Internacional e Grêmio escreveram neste domingo uma nova página em sua história de rivalidade. No Gre-Nal do Beira-Rio, o Inter bateu o Grêmio, em decisão por pênaltis, por 4 a 2. No tempo normal, o jogo terminou empatado em 1 a 1. O resultado garantiu ao Colorado a Taça Farroupilha, que é o passaporte à final do Campeonato Gaúcho.

O jogo teve os ingredientes típicos do clássico: disputa acirrada, equilíbrio e emoção foram a tônica de uma partida, que, no primeiro tempo, não teve grandes momentos de destaque.

O Inter, no entanto, foi uma equipe superior em campo, com mais posse de bola que o Tricolor. Se não esteve brilhante, ao menos confirmou a tese que está em um momento melhor que o rival. E se o Colorado vive um melhor momento, o que dizer de Leandro Damião? O camisa 9 do Inter foi novamente decisivo. Aos 21 minutos, o atacante deu um toque sutil por cima de Marcelo Grohe, que nada pôde fazer. O time do Grêmio reclamou de uma possível falta do artilheiro.

O Grêmio, por sua vez, ressentiu-se de movimentação no meio de campo e de poderio ofensivo. Com Borges isolado, o Tricolor foi um time com pouco poder de fogo. Percebendo isso, Renato tirou William Magrão e pôs o jovem Leandro, aos 31 da etapa inicial, que passou a fazer companhia ao camisa 9 gremista. A mudança ao menos tornou o Grêmio uma equipe mais bem organizada.

O panorama nos 45 minutos finais seguiu semelhante. Mais arrumado, o Internacional foi uma equipe mais perigosa. Sem o lateral-direito Gabriel, que saiu contundido, os donos da casa exploraram bem os espaços deixados no setor.

O Grêmio deu seu primeiro chute aos 21 minutos, o que demonstra a inoperância ofensiva do time de Renato Gaúcho. A esperança dos visitantes aumentou com a expulsão de Guiñazu. A partir daí, o Grêmio foi todo ataque. O time martelou, o Inter se encolheu, e, a estrela de Renato Gaúcho brilhou. O treinador colocou Viçosa, que marcou o gol do empate a quatro minutos do fim. O jogo tornou-se dramático, com grandes chances de gol para ambos os lados.

Contudo, a final ficou para os pênaltis. Borges e Fernando erraram para o Grêmio, e o Internacional fez a festa com uma vitória por 4 a 2.

FICHA TÉCNICA:

INTER (1) (4): 
Renan, Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Guiñazu, Tinga, Andrezinho (Juan, 37'/2ºT), D'Alessandro, Oscar (W. Mathias, 27'/2ºT) e Leandro Damião. Técnico: Falcão

GRÊMIO (1) (2): Marcelo Grohe, Gabriel (Fernando, intervalo), Rafael Marques, Rodolfo, Gilson e Vilson (Viçosa, 30'/2ºT); Rochemback, Adilson, Willian Magrão (Leandro, 31'/1ºT), Leandro, Douglas; BorgesTécnico: Renato

Gols: L. Damião, 21'/1ºT (1-0); Viçosa, 41'/2ºT (1-1)
Cartões amarelos: Gílson, Adílson (GRE); Guinãzu (INT)
Cartões vermelhos: Guiñazu
Renda/público: R$ 1.232.468,00 / 44.675 pagantes
Estádio: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva
Auxiliares: Autemir Hausemann e José Franco Filho
     

Compartilhe:

Delicious
Yahoo My Web
Google Bookmark
Digg
Windows Live
Reddit
Stumbleupon
Twitter
PLANTÃO

AA
Tamanho do texto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

ALGUMAS CITAÇOES:

As mulheres precisam ser amadas, não compreendidas.

Com certeza, se casem. Se casar com uma boa mulher, será um homem feliz. Se casar com uma má, se convertirá em filósofo. (Socrates)

Não sou um santo. A menos que para você um santo seja um pecador que simplesmente segue se esforçando. (Nelson Mandela)

Nunca penso no futuro - ele já chegará. (Albert Einstein)

Os melhores amigos ouvem o que você não diz.

Nossos amigos são os irmãos que nunca tivemos.

clicRBS

Ocorreu um erro neste gadget