Pesquisar este blog

Meu twitter:

twitter.com/malvinaee

Seguidores

domingo, 8 de maio de 2011



Gauchão para melhorar a imagem: o que vale o Gre-Nal 386 pós-Libertadores

clicEsportes lista motivos para torcedor e clubes não perderem o clássico deste domingo
Golpeados pela eliminação na Libertadores na última quarta-feira, Grêmio e Inter têm a chance de se levantarem em grande estilo neste domingo, a partir das 16h. Válido pelo primeiro jogo das finais do Gauchão, o Gre-Nal 386 coloca em jogo mais do que uma vitória sobre o maior rival.

Leia mais> Comemorações marcantes no clássico
> Maratona de Gre-Nais para Renato e Falcão
> Gre-Nal sem pitbulls: Guiña e Adilson estão fora
> Gre-Nal das frases: o que eles disseram

Encaminhamento do título, diminuição da pressão e reafirmação dos técnicos são fatores que potencializam a força do maior clássico do Estado.

Confira uma seleção feita pelo clicEsportes e saiba por que o Gre-Nal deste domingo é imperdível - para o público e, sobretudo, para os clubes.



Por uma boa largada
A final do Gauchão do ano passado serve de exemplo perfeito do quão é importante começar bem uma série de decisões. No jogo de ida, no Beira-Rio, o Grêmio aplicou 2 a 0 no Inter e a boa vantagem não foi desmanchada no Olímpico. O Colorado lutou, venceu por 1 a 0, mas o título ficou na Azenha. A primeira partida se mostra, portanto, fundamental. Um tropeço pode ser irreversível. Agora, em 2011, um alerta a mais: assim como na Copa do Brasil e na Libertadores, vale o gol qualificado.

Mesmo ciente da necessidade de vencer em casa, Falcão adianta que a postura equilibrada do time deve ser mantida para domingo, sem surpresas ou busca desesperada pelos gols.

— Não posso mudar uma estrutura de time por cinco minutos de apagão. Seria inconsequente. Temos de olhar o todo — explicou o técnico.

De olho no golzinho fora de casa, Renato não decidiu se manterá três volantes ou se opta por uma formação mais ofensiva. O mistério cerca o técnico tricolor:

— Meu maior problema não é nem escalar a equipe, é saber com quem vou poder contar para o jogo.


Para juntar os cacos e remontar imagem
Além da vantagem para o jogo da volta, o Gre-Nal deste domingo surge como uma cirurgia para a imagem das equipes, arranhadas depois de eliminações frustrantes na Libertadores. A curto prazo, o Gauchão seria o único título possível para a Dupla e uma forma de reafirmar convicções e jogadores agora questionados com os maus resultados.

Sintomático, o discurso dos dirigentes expressa com fidelidade a importância que as finais do Gauchão ganharam depois da quarta-feira de cinzas dessa semana.

— Temos que buscar mobilização para esses dois Gre-Nais, é o que nos resta — avalia Roberto Siegmann.

— Gauchão é, mais do que nunca, obrigação. Vamos para o Gre-Nal em busca de um bom resultado — projeta Antônio Vicente Martins.

Ídolos no paredão
Idolatrados pelos torcedores, Falcão e Renato começaram a ouvir críticas mais acentuadas após o fracasso na Libertadores. No Beira-Rio, enquanto via seu time permitir a incrível virada para o Peñarol na quarta, Falcão não escapou da ira da torcida - sentimento agravado com o ingresso do jovem Ricardo Goulart no time em detrimento dos experientes Sobis e Cavenaghi.

— A derrota dói, mas não pode, nem vai nos amassar. Vamos engolir e buscar um recomeço no domingo — argumentou Falcão após o jogo no Beira-Rio.

Mesmo antes de cair para a Universidad Católica, Renato já vinha sendo fustigado pela torcida. Sem reforços à altura das perdas, o time deixou de render como em 2010. As lesões, só no jogo de quarta eram sete atletas fora de combate, acabaram amainando um poucas críticas sobre o técnico, que ficou sem opções para reinventar o time.

— Vamos pensar agora no Gauchão, mas estamos nos mexendo, sim — destacou Renato, ciente de que um insucesso nos clássicos pode ser fatal: — É lógico que uma crise vai ser instalada no clube que perder.

GRE-NAL 386Estádio Beira-Rio
Domingo - 16h
Capacidade - 40 mil pessoas
Abertura dos portões: 13h

INTER
Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Tinga, Bolatti, Andrezinho, D'Alessandro e Oscar; Leandro Damião. Técnico: Falcão

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Mário Fernandes, Rafael Marques, Rodolfo e Gilson; Fábio Rochemback, Vilson, Fernando e Douglas; Júnior Viçosa (Borges) e Leandro. Técnico: Renato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

ALGUMAS CITAÇOES:

As mulheres precisam ser amadas, não compreendidas.

Com certeza, se casem. Se casar com uma boa mulher, será um homem feliz. Se casar com uma má, se convertirá em filósofo. (Socrates)

Não sou um santo. A menos que para você um santo seja um pecador que simplesmente segue se esforçando. (Nelson Mandela)

Nunca penso no futuro - ele já chegará. (Albert Einstein)

Os melhores amigos ouvem o que você não diz.

Nossos amigos são os irmãos que nunca tivemos.

clicRBS

Ocorreu um erro neste gadget